Saiba o que é Análise Ergonômica do Trabalho

A Análise Ergonômica do Trabalho - AET, é elaborada de acordo com as diretrizes da NR 17 - Ergonomia.


A Análise Ergonômica do Trabalho é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo de preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, devendo estar articulado com as demais normas de Segurança e Medicina do Trabalho, em particular com o Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional – PCMSO, e o PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.


O termo ergonomia formado pelas palavras do grego ergon (trabalho) e nomos (regras, leis), foi proposto em 1857 pelo naturalista polonês Woiitej Yastembowski, usado pela primeira vez em 1949 pelo inglês Murrel e adotado oficialmente nesse mesmo ano pela Ergonomics Research Society, da Inglaterra.


Dentro do contexto, é importante saber que a intervenção ergonômica depende da problemática a ser estudada, ou seja, que ela é orientada pelos fatores de risco existentes nos postos de trabalho. Vejamos alguns dos aspectos que a ergonomia engloba enquanto intervenção:


· Posturas e movimentos

· Antropometria

· Dispositivos, equipamentos, controles e mostradores

· Levantamento e carregamento de peso

· Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT)

· Arranjo físico (layout)

· Organização do trabalho

· Fatores de exposições ambientais

· Trabalho em turnos e noturno


A forma correta de sentar em frente ao computador

Devemos considerar os fatores e as características que podem interferir para que a atividade desempenhada num determinado posto de trabalho provoque maior ou menor intensidade de desgaste ao trabalhador, em função das cargas exigidas por aquela atividade.

4 visualizações

©  2019 - Todos os direitos reservados.

Tel: (86) 3232-3870

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social