Saiba a diferença entre Atos inseguros e Condições inseguras


Atos inseguros: São atitudes com as quais os trabalhadores se expõem aos riscos de acidentes de trabalho, de maneira ou não. Correspondem à violação de uma ordem ou procedimento.


Alguns exemplos: levantamento improprio de carga, brincadeiras no serviço, manutenção de maquinas em movimentos, danificação ou não uso de EPI, utilização de ferramenta inadequada, ou execução de serviços para os quais não estão autorizados.



Condições inseguras: São as falhas no ambiente de trabalho que comprometem a segurança, podendo levar ao um acidente. Não devem ser confundidos com os riscos ocupacionais de determinadas ocupações como trabalho em alturas e eletricidade. A condição insegura nestes casos se instala quando não existem ou não são adequados os equipamentos e as normas.


Exemplos: proteção mecânica inadequada, condição defeituosa do equipamento, projeto ou construção inseguros, empilhamento instável, escadas ou pisos defeituosos.

Tanto os atos inseguros como as condições inseguras podem gerar um Acidente do trabalho que é:


1- Evento ( algo que ocorreu por determinada ou determinas circunstâncias);

2- Decorrente do exercício do trabalho

3- Provoca lesão corporal ou perturbação funcional

4- Causa morte ou perda da capacidade para o trabalho (total, parcial ou temporária).


Conforme a Lei 8.213 de 24/07/1991 no seu Artigo 19. Acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados.



É chamado de típico ou tipo aquele que ocorre durante a jornada de trabalho ou durante o período em que o funcionário estiver a serviço da empresa. Nas dependências da empresa é chamado de interno e fora dela, externo.


Referência: Imersão em perícias médicas de doenças ocupacionais.

1,882 visualizações

©  2019 - Todos os direitos reservados.

Tel: (86) 3232-3870

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social